OS CRISTÃOS E A DESGRAÇA NA SERRA

janeiro 13, 2011 § 5 Comentários


As imagens de devastação da região serrana do Rio de Janeiro causada pelas últimas chuvas, têm provocado em mim as mais desconfortáveis sensações. Enquanto tenho assistido a documentação da desgraça, fico ali aterrado, impotente, um tanto quanto apalermado, grudado à cadeira, quando meu desejo era ter uma pá nas mãos. As tragédias alheias, que com grande freqüência atingem os mais pobres, agitam constantemente minha mente e coração. Tudo que foi usado pelo Espírito Santo ao longo dos últimos trinta e três anos para dar forma ao cristão que sou, não me deixa rodear nenhum necessitado sem pensar na parábola do bom-samaritano. Nela, Jesus usa do artifício alegórico para comunicar a verdade de quanto a religião é capaz de endurecer o coração humano para as expressões fundamentais da fé e da espiritualidade: o amor praticado, exercido sem reservas, em favor de quem se encontra caído ao longo do nosso caminho, independentemente de quaisquer fatores.

Ficar imóvel diante da desesperança causada pela perda absoluta testemunhada por famílias inteiras, não é só uma questão de insensibilidade, mas sinal de morte, ou de um estado avançado de deterioração da alma e do próprio coração. Neste momento, milhares de desabrigados clamam em seus vales miseráveis e ninguém os ouve. Para além da interferência humana nas questões climáticas e ambientais; para além do descaso de autoridades despreparadas, rápidas no gatilho na cobrança de impostos extorsivos e na legislação em causa própria; para além da geografia irregular da região; o fato é que alguma coisa precisa ser feita pelos cristãos e suas respectivas igrejas locais. Pois, a teologia que não inclui a compaixão e a misericórdia pelos menos favorecidos, não presta, cheira mal e deveríamos nos envergonhar dela.

Mas, toda esta indolência, toda esta torpeza, toda esta falta de iniciativa é um sintoma perigoso de falência. O judaísmo dos dias de Jesus, responsável pela produção de escribas, levitas e fariseus que contornavam a miséria sem qualquer sinal de culpa ou compaixão, prosseguiu na história sem a grandeza de ser luz para as nações. A igreja corre o mesmo perigo. Eu e você, cariocas e fluminenses, que nesse momento contorna sem culpa este quadro arrepiante, estamos sob prova. Orar nesse instante é fundamental, mas qualquer oração desassociada do desejo de agir, de operar, de doar, chega parecer uma tentativa de eximir-se, de lavar as mãos, e como sabemos, lavar as mãos não é bem o que Jesus faria.

“Os pobres, sempre os tereis convosco” disse Jesus. Este estado permanente de pobreza com o qual teríamos que conviver, precisa ser visto como uma prova permanente do nosso amor. Lembra-se de Mateus 25 (Estive com fome e NÃO…; com sede e NÃO…; nu e NÃO…; enfermo e NÃO…)? Todos esses “e não” de Jesus apontam para um tempo de total frieza para com todos estes flagelos, um tempo de egoísmo, e isso não combina em nada com o ensino de Cristo. Logo, discipulado que exclui a misericórdia e compaixão pelos pobres, não é o de Cristo.

Vamos lá! Orem; conversem mutuamente; organizem-se; juntem as pás, enxadas e picaretas; acrescente à bagagem roupas, comida e agasalhos; separe algum dinheiro para doações e suba a serra. É hora de fazer diferença!

Com amor e carinho,

Pr. Weber

Anúncios

§ 5 Respostas para OS CRISTÃOS E A DESGRAÇA NA SERRA

  • Davi disse:

    O mundo está desmoronando. O que vamos fazer? Digo: Quando vamos começar a fazer?
    http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/sri-lanka-chuvas-deixam-mais-de-1-milhao-de-desabrigados

  • weberchagas disse:

    Na verdade Davi, a melhor pergunta seria QUANDO EU COMEÇAREI A FAZER. Em matéria de compaixão o “NÓS” é irreal. Compaixão se inicia no coração de um por um. Hoje à noite vamos fazer propostas. PARTICIPE! Já mandamos e-mail para a prefeitura de Teresópolis oferecendo todo tipo de ajuda. Mas, todo dia, todo tempo, acontecem desafios probatórios quanto à nossa misericórdia e compaixão. A catástrofe da região serrana é só mais uma. Uma grande prova, porém, só mais uma.

    • Davi disse:

      Na realidade Pastor, a pergunta é mesmo a nível de reflexão… porque poderíamos estar fazendo algo por esses locais antes dessas catástrofes; digo fazer algo como cidadãos mesmo, chamar a atenção das autoridades com mais freqüência para esses locais, no caso do Rio de Janeiro.
      Mas valeu a dica, de fato, a compaixão começa no “EU”…
      Grande Abraço!

      • weberchagas disse:

        Aconselho você a ler os jornais de hoje e reparar na descrição do governador sobre POPULISMO. Infelizmente, num país que já consumiu a mata atlântica, consome vorazmente a amazônia e permite que as encostas sejam ocupadas em nome do “social”, não há muito o que se fazer. Mas, a proposta de engajamento na propagação do Evangelho do Reino, implica no anúncio de que Deus é Criador a ama sua criação.

        Há muito que se fazer no anúncio dessa mensagem e no campo da misericórdia e da compaixão. É que se passamos de largo dos necessitados, se a nossa teologia não envolve a misericórdia, é porque já apodreceu. Todos os cristãos (indistintamente) deveriam estar despertados para o exercício pleno da sua fé, que certamente excede em excelência e ao mesmo tempo engloba, o exercício da cidadania. Podemos conversar sobre isto pessoalmente.

        Paz!

  • Davi disse:

    “Todos os cristãos (indistintamente) deveriam estar despertados para o exercício pleno da sua fé, que certamente excede em excelência e ao mesmo tempo engloba, o exercício da cidadania. Podemos conversar sobre isto pessoalmente.”
    Poxa, é exatamente isso! Obrigado! Conversaremos sim Pastor, com certeza!
    Grande Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento OS CRISTÃOS E A DESGRAÇA NA SERRA no Pastoreando com o coração.

Meta

%d blogueiros gostam disto: